quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Péssimas notícias para o esporte mundial.

"O espanhol Antonio Puerta, ex-jogador do Sevilha, que estava internado no Hospital Virgen del Rocío, em estado grave, não suportou e faleceu. Puerta, de apenas 22 anos, desmaiou no último sábado durante a partida contra o Getafe, aos 35 minutos do primeiro tempo, e ainda se recuperou antes de sair do gramado. Porém, voltou a perder os sentidos por mais cinco vezes, o que lhe provocou graves danos cerebrais difíceis de serem revertidos.
Como atleta, Puerta tinha em seu currículo cinco títulos conquistados: duas Taças UEFA, uma Supertaça da Europa, uma Supertaça de Espanha e uma Taça do Rei.

JOGO CANCELADO
Em virtude do falecimento de Antonio Puerta, o jogo do Sevilla, diante do AEK de Atenas, foi cancelado pela UEFA. Além disso, a LFP (Liga de Futebol Profissional) declarou luto oficial na próxima rodada do Campeonato Espanhol e cancelou também a partida do Sevilla, diante do Osasuna."
Antigamente isso não acontecia com essa frequência, mas desde a morte daquele zagueiro do São Caetano, Serginho se não me engano, muito jogadores de futebol estão morrendo pelo mundo, isso é muito estranho. O Serginho era um veterano, mas este espanhol tinha apenas 22 anos, para mim falta uma investigação melhor destes casos.

2 comentários:

Rafa disse...

Vitão, a bem da verdade essas coisas SÃO investigadas.
Os caras é que se recusam a parar de jogar. Pelo menos foi assim no caso Serginho e no caso do Puerta - que já tinha desmaiado 2 vezes anteriormente, uma em treino e uma em jogo.
Quando o nego GOSTA de jogar bola, não é um "probleminha" no coração que pode (ou não) matar que vai fazê-lo parar...

É tipo... como parar de fumar. Nego não para só porque descobre que faz mal...

Vitão disse...

Tá certo... É verdade...

Muito obrigado pelo comentário e por mais um ponto de vista destes casos.